//
Acrescente
Jornalismo, Música, Sons & Vibrações

Dona Selma do Coco

+Sons&Vibrações

Jhá, Jhá, Jhá… Jhá!

Neste último sábado, 9 de maio, Pernambuco e o Brasil se despediram um dos nomes mais expressivos do Coco – ritmo regional pernambucano e nordestino com influências do maracatu de nação, do batuque e do candomblé. Dona Selma era tapioqueira e veio do interior do estado para o Recife ainda muito jovem. Para atrair clientes, cantava o Coco de roda em sua barraquinha. Não só interpretava, mas também compunha e divulgava um dos ritmos mais ricos e com tradições regionais bem fortes e localizadas até hoje, algo bem diferente do que acontece no Sudeste do Brasil.

Nos anos 1990, Selma do Coco passou a ser aclamada pelo movimento Manguebeat, inclusive recebendo elogios de Chico Science. Assim, iniciou já aos 60 anos carreira em festas populares, onde vendia fitas K7 gravadas artesanalmente. Apresentou-se ao grande público pela primeira vez em 1996, no famoso festival Abril Pro Rock, no Recife. Um ano depois, estorou em todo o país com o Coco “A Rolinha”.

selma do coco

Dona Selma ainda iria se apresentar em vários locais ao redor do mundo, como o Lincoln Center, em Nova York, em Nova Orleans, além de shows em países europeus como Espanha, Bélgica, França e Alemanha. Seu primeiro álbum lhe rendeu de cara, em 1998, o prêmio Sharp. “Minha Vida” foi gravado ao lado do filho, Zezinho e despontou o talento de Selma do Coco.

Abaixo, você assiste a um pequeno documentário sobre a vida de Selma do Coco, nascida em 1935, em Vitória de Santo Antão.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Leia!

Tryoka Koletiva

Obvious

Sons & Vibrações

Blog de Fotografia

BLOG

%d blogueiros gostam disto: