//
Acrescente
Artes, Design, Ilustração, Literatura, Poesia

Texto, imagem-movimento

A força da terra pisa em mim
Nascem flores com raízes superficiais
Um tipo de amor que cresce no dentro
E não precisa ser visto no fora
Só de existir, de falar, já exala
É o que se precisa – um olhar basta

Sundance

– Salve, salve o sentimento, sensação, tesão, emoção!

Que se conserva em círculos que se movimentam com a vida e a cada vazio ora se alimenta, ora se esvai, desvia, inflama, diz, repercute.

É um tesão de fincar o dente, baixar o lábio, esticar o olhar, sentir antes de se encostar. É algo que compete   a todos, em qualquer paralelo ou tempo. Porém é uno, a cada encontro, uma formação com dimensões próprias e impenetráveis por outros. É uma espécie de sinergia universal em que os pontos que exalam a necessidade de queimar ou ser queimado, se atraem pelas diferenças sórdidas e as semelhanças mais ou menos morais. E isso é Um, quando se reúne o que está dentro de si. Também é Dois pelo amor romântico e Três, como no amor judaico-cristão; Quatro, tal qual na relação imperial do macho do oriente.

Será necessário crer num fim de ego, naquele social. Ficar suspenso nas teclas do mundo contemporâneo, estar presente e fugidio. Estando aqui, querendo estar lá, mas preferindo permanecer.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Leia!

Tryoka Koletiva

Obvious

Sons & Vibrações

Blog de Fotografia

BLOG

%d blogueiros gostam disto: