//
Acrescente
Agenda, Artes, Ativismo, Cultura, Lá Fora, Música, Pintura, Urbano, Vídeo

Dia do Graffiti | Pela pluralidade

Na programação musical do dia do Graffiti, o fino da música instrumental contemporânea esteve presente com metais, afrobeats e uma variação de ritmos típica da relação entre regionalismo e capital, como em São Paulo. Dentre outros, a Orquestra Brasileira de Música Jamaicana e a “mandante”, Bixiga 70. Muitos músicos estudados em conservatórios e mestres no popular, da mesma forma como ocorre no graffiti – à princípio, qualquer um é capaz de sujar uma parede com arte, até uma criança não importa onde fica sua casa. Mas a rua é local de integração, de diálogo, de realização de cultura, vida. E na rua que o Brasil deve acontecer!

Bixiga 70

As artes estão se integrando, por dentro da música, do graffiti, de novas poéticas e a comunicação em rede junta as várias fruições, em uma pluralidade muito louca que está surtindo efeito! As pessoas estão resgatando no cotidiano algo além do que a marcha para uma vida ordinária.

Abaixo o resultado da obra do dia anterior – veja o post

Veja algumas fotos na cobertura UOL – Dia do Grafite

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Leia!

Tryoka Koletiva

Obvious

Sons & Vibrações

Blog de Fotografia

BLOG

%d blogueiros gostam disto: