//
Acrescente
Artes, Ativismo, Cultura, Jornalismo, Lá Fora, Urbano

Matilha Cultural | Espaço Alternativo

Em um novo mundo ao mesmo tempo fragmentado e de movimentações coletivas, abrir furos e caminhos para a promoção cultural independente, pela melhoria ambiental, o respeito à vida animal e garantir lugar para o diálogo entre movimentos sociais é uma missão que requer esforço, criatividade e engajamento. A Matilha Cultural (Rêgo Freitas, 542 – República) é um coletivo sem fins lucrativos com sede em São Paulo e que foi inaugurado em 2009. Fruto da vontade do cineasta Ricardo Costa, a Matilha surgiu a partir de um desejo de exibir filmes fora do circuito comercial em um espaço aberto e democrático. Entretanto e para a sorte daqueles que vivem e apreciam o fora do óbvio, a ideia se expandiu e hoje, o local se tornou referência para determinados movimentos artísticos, principalmente, o de artes urbanas e também para a causa animal.

Um dos apadrinhados da casa é o cantor Crioulo, sucesso entre os alternativos e que agradeceu ao coletivo em seu discurso em prêmio da MTV.

Além de receber exposições, ter um cineclube constante, café vegetariano e promover campanhas como o “Setembro Verde”, a Matilha também tem como foco o apoio à adoção de cães. Ao longo de 2011 algumas ações em prol da causa animal saíram de lá. Uma delas é a campanha “Não compre, adote!” e o projeto “PraCachorro” com eventos e conteúdos destinados aos cães e aos seus donos. Aos domingos, o espaço recebe uma infinidades de latidos e pessoas querendo doar ou adotar caninos.

O espaço artístico é fomentado por exposições ligadas aos temos trabalhados pelo coletivo, projetos externos e outras atividades que fazem parte da agenda. Neste dezembro a galeria recebe as obras da 8ª Ilustra Brasil, uma exposição com os maiores ilustradores do país, com trabalhos relacionados a livros, meios de comunicação, portfólio artístico, dentre outras formas de produção. Segundo o site da Matilha, “o evento promove a integração entre os ilustradores e visa resgatar os valores e a história de uma das profissões mais importantes para a cultura e o imaginário gráfico do país”.

Além de promover a inserção artística independente e de forma alternativa, a Matilha ainda relaciona essa produção artística à ações em prol de causas sociais. Nesta última quinta, 15 de dezembro, o espaço recebeu seu primeiro leilão. Os objetos leiloados foram bonecos de toy art. O evento, batizado de “Desvio Financeiro“, é composto por duas fases. Na quinta, as peças foram leiloadas e neste domingo, no próprio espaço, o dinheiro arrecadado vai se transformar em uma festa de fim de ano exclusiva para moradores de rua. Neste primeiro leilão, 7 dos 12 toys foram vendidos e a Matilha arrecadou R$ 3.260 para a festa exclusiva para moradores de rua neste domingo.Quem quiser, ainda pode participar da causa este ano, já que as 5 peças que não foram vendidas, podem ser adquiridas pela pagina da Matilha no facebook.

Espera-se que a Matilha continue uivando de foma consistente e criativa!

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Leia!

Tryoka Koletiva

Obvious

Sons & Vibrações

Blog de Fotografia

BLOG

%d blogueiros gostam disto: